domingo, 30 de janeiro de 2011

Haurindo sonhos

        Sua prova permanece em cima da mesa de estudos. Sempre que busco algo especial, toco-a e quase que devoro com os dedos. Como quem procura algo, e sabe que não mais encontrará, cheiro-a por inteiro. O perfume que antes parecia durar para sempre já evaporou. Evaporou da mesma forma que devo ter sumido da sua vida: permanecendo alguns dias em pensamento e sendo abafada por acontecimentos mais interessantes. “Isso aconteceu mesmo? Já nem lembro mais” você se perguntará com indiferença quando, por algum motivo, lembrar nossos momentos. “Aconteci” eu responderei. “E eu ainda possuo a prova. Já sem cheiro -  hei de admitir; Mas ainda esperançosa quanto a sua volta”.

Um comentário:

  1. Dra., tomei a liberdade e levei (mais esse) brilhante texto para o letras.

    ResponderExcluir